Policlínica Fazenda Rio Grande

Dores de cabeça: entenda as principais causas

Home>Notícias>Dores de cabeça: entenda as principais causas
Dores de cabeça: entenda as principais causas
Por: admin

Infelizmente, estima-se que 140 milhões de brasileiros sofram com algum tipo de dor de cabeça. Dentre os mais de 150 tipos de cefaleia, é possível classifica-los em dores primárias ou secundárias. Entenda essa diferença a seguir e veja quais os gatilhos para as dores de cabeça.

 

Dores Primárias e Secundárias

De um modo geral, a cefaleia é classificada em dores primárias e secundárias. Entende-se por dores de cabeça primárias aquelas e que a própria dor é a doença, ou seja, não existe nenhuma outra doença relacionada à causa da dor. Embora as dores desse tipo não ofereçam nenhum risco à vida dos portadores, ela é bastante debilitante, o que muitas vezes incapacita a pessoa de realizar normalmente as atividades diárias. As dores de cabeça primárias mais comuns são: enxaqueca, cefaleia tensional, cefaleia em salvas e cefaleia crônica diária.

Já as dores secundárias são aquelas relacionadas a outras doenças, como: acidente vascular cerebral (AVC), tumores de sistema nervoso central, trombose venosa cerebral, ruptura de aneurismas, doenças infecciosas, dentre outras. Portanto, qualquer dor de cabeça deve ser investigada, pois pode ser apenas uma dor ou não. Por isso, ao sentir os sintomas, procure um médico especialista (agende uma consulta na Policlínica) e faça uma avaliação.  

 

Gatilhos para as dores de cabeça

A seguir, listamos alguns motivos que desencadeiam as dores de cabeça.

  • Ansiedade: o Brasil está no topo da lista dos países com maior índice da doença do século: ansiedade. Em outras palavras, o povo brasileiro nunca sofreu tanto com a ansiedade como agora. Logo, o excesso de preocupação afeta o sono e alimentação, os quais são gatilhos para dores de cabeça.

 

  • Esgotamento cerebral: o bombardeio de informações, as cobranças diárias de metas profissionais e pessoais juntamente com o foco na era virtual fazem com o nosso cérebro sofra um esgotamento, o que acarreta no aumento do estresse e que, por conseguinte, gera dores de cabeça. Portanto, desacelerar a melhor solução para evitar as dores indesejadas.

 

  • Barulho: os ruídos como os do trânsito ou de um som alto podem gerar angústia e estresse, o que interfere na condição do sono, um dos gatilhos para o surgimento das dores de cabeça.

 

Agora que você já sabe o que pode ocasionar dores de cabeça, faça uma autoavaliação e perceba quais desses gatilhos têm sido frequentes em sua vida. Além de buscar ajuda médica, desacelere e tenha tempo para relaxar e curtir um bom silêncio.


Voltar
Notícias Relacionadas

Notícias Relacionadas