Policlínica Fazenda Rio Grande

Múltiplos Benefícios da Vitamina D

Home>Notícias>Múltiplos Benefícios da Vitamina D
Múltiplos Benefícios da Vitamina D
Por: admin

Sol é vida! As pessoas andam doentes dos ossos, com os dentes fracos e com fortes dores pela ausência da vitamina D, pela ausência de Sol. Sim, porque ele é o responsável pela produção de 90% dessa substância que faz tão bem ao organismo. A alimentação é responsável apenas por 10% da vitamina D e está presente em ovos, manteiga, leite, peixes como salmão e sardinha, óleo de fígado de bacalhau, cogumelos secos e fígado bovino.

Você é um daqueles que ao pensarem em sair de casa e se exporem aos raios solares já usam uma boa camada de protetor solar para se protegerem contra o câncer de pele? Pois é, especialistas afirmam que até as 10h da manhã e depois das 16h é necessário se expor ao sol sem proteção, porque um fator acima de 8 já impede a absorção das substâncias que o sol proporciona. É recomendado também usar roupas que não cubram o corpo por inteiro, deixando as pernas e os braços, por exemplo, expostos. A frequência deve ser de, no mínimo, 3 vezes por semana, por um período de 15 a 20 minutos. Quem, por alguma razão, não pode se expor ao sol, ou mora em local em que há mais dias nublados que ensolarados, como Curitiba, a indicação dos médicos é de que se ingira suplementos vitamínicos para repor as ausências.

Os raios ultravioletas, em contato com a substância 7 dehidrocolesterol, presente no corpo humano, geram uma reação química responsável pelo surgimento da pré-vitamina D. Agrupada, ela percorre o sangue, passa pelo fígado e pelos rins e, depois de sofrer reações, se transforma na vitamina D, extremamente indispensável à saúde. Nas crianças, sua ausência causa raquitismo, já em adultos, causa osteosporose e outras doenças relacionadas aos ossos.

Além de evitar a osteosporose e livrar o corpo de fraturas em partes como a coluna, a bacia, o punho, o tornozelo e as costelas, a Vitamina D traz tonicidade muscular e sua falta é aferida por exames laboratoriais, através da presença de cálcio na urina, e em exames de sangue.

Mas se você pensa que apenas os ossos e a musculatura estarão desprotegidos sem vitamina D, está enganado. Sua ausência provoca danos ao sistema imunológico, cardiovascular, metabólico e, ainda, não permite a perfeita produção de insulina. No coração, ela exerce influência sobre o controle das contrações do músculo cardíaco, responsável pelo bombeamento de sangue ao corpo.

Apesar de ser conhecida como vitamina, na realidade ela é um hormônio que regula os índices de cálcio e fósforo no organismo, proporcionando absorção desses sais minerais no intestino. E aí, vamos pegar um solzinho?


Voltar
Notícias Relacionadas

Notícias Relacionadas