Policlínica Fazenda Rio Grande

Semana Nacional da Criança Excepcional

Home>Notícias>Semana Nacional da Criança Excepcional
Semana Nacional da Criança Excepcional
Por: admin

Entre os dias 21 e 28 de agosto é comemorada a Semana Nacional da Criança Excepcional. A data foi instituída em virtude do Decreto nº 54.188, de 24 de agosto de 1964, o qual tem a finalidade até os dias atuais de explanar sobre as condições dessas pessoas, principalmente para desconstruir o preconceito que as rodeia. Apesar disso, desde que foi criada essa comemoração, muitas conquistas já foram alcançadas, e tantas outras ainda estão longe de acontecer. No entanto, a cada ano em que a Semana é celebrada, a esperança e perspectiva de novos horizontes aumentam. Por isso, a Policlínica em apoio a essa causa, traz alguns pontos relevantes quanto ao assunto e se solidarizam com as pessoas portadoras de necessidades especiais e com seus familiares.

 

Objetivo da Semana Nacional da Criança Excepcional

De modo geral, a comemoração que acontece entre os dias 21 e 28 de agosto tem como objetivo fomentar as discussões e o conhecimento sobre cada deficiência, e assim, estimular ações de integração com a sociedade, pois cada excepcionalidade tem suas características individuais, sendo intelectuais, sensoriais, motoras, distúrbios de comportamento, dentre outras. Então, para cada criança possa ser atendida e integrada em todos os espaços sociais é indispensável o saber sobre cada uma de suas particularidades.

 

Desafios enfrentados

A lista dos desafios enfrentados diariamente pelas crianças e suas famílias é extensa e complexa, pois aponta como questões básicas de respeito e inclusão ainda não são praticadas pela maior parte da sociedade. Um exemplo comum e recorrente está na falta de acessibilidade, principalmente para pessoas que utilizam cadeiras de rodas. E isso não é uma negligência apenas dos órgãos públicos responsáveis pelas vias públicas, mas também de comércios, empresas e clínicas que não dispõem, por exemplo, de rampa de acesso, portas de elevadores e convencionais com tamanhos maiores, e até mesmo as pessoas comuns não estão preparadas para receber uma criança cadeirante em suas casas.

Com isso, infelizmente, tanto crianças quanto família tornam-se marginalizadas, pois ao evitarem a socialização, evitam também o constrangimento e desconforto. Diferentemente da maioria dos lugares, a Policlínica Fazenda Rio Grande preocupa-se com o melhor atendimento para seus pacientes, sejam com alguma condição limitadora ou não e, por isso, disponibiliza uma estrutura moderna e sofisticada, com 1.200m², preparada para atender todo e qualquer paciente, além de contar com especialistas infantis, como pediatria, nefrologia, neurologia, e cirurgia pediátrica.

O ambiente escolar para crianças e adolescentes com necessidades especiais

Infelizmente, a dificuldade ao acesso e locomoção não é o único problema, pois o desafio de inclusão se expande em todos os âmbitos, principalmente na escola. Nesse sentido, a maioria das escolas não estão preparadas para receberem alunos com condições diversas, pois além da falta de acesso, as instituições de ensino não dispõem de profissionais capacitados para atenderem essas crianças e suas demandas.

Portanto, a Semana Nacional da Criança Excepcional também traz a tona essa questão da adaptação não apenas do espaço físico, mas também da instrução dos profissionais que lidam com as crianças. Assim, a palavra que ganha destaque neste movimento é INCLUSÃO, tanto social como educacional. Sabemos que ainda a mudança ainda caminha a passos lentos, porém, a Policlínica acredita que é possível alcançar o objetivo de inclusão e qualidade de vida para as crianças e suas famílias.


Voltar
Notícias Relacionadas

Notícias Relacionadas